O título já diz muito. O antigo vocalista de Cathedral chamou o Mark Greening e o Tim Bagshaw – apenas o baterista e o baixista de “Come My Fanatics” ou “Dopethrone” – para uma nova banda. Adivinharam: é doom e tem um fraquinho pelos seventies. Também não custa acertar na label que lhes vai ser casa-mãe; isso, a Rise Above Records de Lee Dorrian lança o disco que hoje mostra oficialmente a primeira faixa.