Se lhe toparmos a pinta de quando, há quarenta e tal anos, montava a sua bike, talvez o coloquemos no setting de “Easy Rider”, partilhando esse charro com Peter Fonda ou Dennis Hopper. E, se não aconteceu, poderia ter acontecido, pois a vida encarregou-se de fazê-lo entrar no primeiro “Mad Max” e escrever “So What If I’m Standing In Apricot Jam” – clássico indesmentível do acid folk, que a Earth Records, celebrando-lhe o quadragésimo aniversário.  tratou de reeditar em 2014.

Actor modesto, mas daqueles músicos que só precisou de um disco para ser legend – Hunter S. Thompson qui-lo na primeira parte da sua australiana “Down Under” tour em 1976 -, deixa a Nova Gales do Sul para vir a Lisboa já dia 26. Howard Eynon, homem que nasceu na Tasmânia, toca na Galeria Zé dos Bois e o bilhete custa 8€, com Alek Rein na primeira parte.