Há uma essência de verdade no noise rock. Quem o faz, parece entender a elementaridade do feedback, da guitarra, da gravação nítida sem truques merdosos. Talvez por isso a Noisey se tenha lembrado de pôr o Kurt Ballou à conversa com o Scott Evans de Kowloon Walled City, numa masturbação sobre estúdios e pedais. No mesmo link, encontram “Grievances”, o melhor disco que 2015 guardou para o seu final. Sai pela Neurot na sexta-feira.

Kowloon Walled City