Há quem não saiba disto, mas os Jucifer basicamente não têm residência fixa. Vivem na carrinha, andam pelo mundo inteiro e tocam onde lhes abrem as portas. E onde lhes metem 40 amplificadores à frente. Ou atrás. Ou de lado. Ou em cima. Ou em baixo. Não só é fixe porque assim não têm correiro onde possam receber a conta da luz, mas também porque trocam a renda de casa pelos cachês. Win-win-win-win. Sem falarem que podem sempre visitar cidades lindas como Moscovo e tocar em estúdios janotas como este.

Tocam em Barroselas daqui a dois meses.